Anything But Ordinary

Anything But Ordinary

Sometimes I get so weird
I even freak myself out
I laugh myself to sleep
It’s my lullaby

Sometimes I drive so fast
Just to feel the danger
I wanna scream
It makes me feel alive

Is it enough to love?
Is it enough to breath?
Somebody rip my heart out
And leave me here to bleed
Is it enough to die?
Somebody save my life
I’d rather be anything but ordinary, please

To walk within the lines
Would make my life so boring
I want to know that I have been to the extreme
So knock me off my feet
Come on now give it to me
Anything to make me feel alive

Is it enough to love?
Is it enough to breath?
Somebody rip my heart out
And leave me here to bleed
Is it enough to die?
Somebody save my life
I’d rather be anything but ordinary, please
I’d rather be anything but ordinary, please

Let down your defenses
Use no common sense
If you look you will see
That this world is a beautiful, accident, turbulent, succulent,
Opulent, permanent no way
I wanna taste it
Don’t wanna waste it away

Sometimes I get so weird
I even freak myself out
I laugh myself to sleep
It’s my lullaby

Is it enough? is it enough?
Is it enough to breath?
Somebody rip my heart out
And leave me here to bleed
Is it enough to die?
Somebody save my life
I’d rather be anything but ordinary, please
Is it enough?Is it enough to die?
Somebody save my life
I’d rather be anything but ordinary, please
I’d rather be anything but ordinary, please

 

Tudo Menos Comum

Às vezes eu fico tão estranha
Eu até enlouqueço comigo mesma
Eu rio sozinha na hora de dormir
Essa é a minha canção de ninar

Às vezes eu dirijo tão rápido
Só pra sentir o perigo
Eu quero gritar
Isso me faz sentir viva

Amar é o bastante?
Respirar é suficiente?
Alguém arranque meu coração
E me deixe sangrar aqui
Basta morrer?
Alguém salve minha vida!
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor

Cumprir todas as regras
Tornaria minha vida tão chata
Eu quero poder dizer que extrapolei
Então, me tirem os pés do chão
Vamos, agora me dêem
Qualquer coisa que faça eu me sentir viva

Amar é o bastante?
Respirar é suficiente?
Alguém arranque meu coração
E me deixe sangrar aqui
Basta morrer?
Alguém salve minha vida!
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor

Largue suas defesas
Não use o bom senso
Se você prestar atenção, vai ver
Que esse mundo é um lindo acidente,
Turbulento, suculento, farto, permanente e sem rumo
Eu quero experimentá-lo,
Não quero desperdiçá-lo

Às vezes eu fico tão estranha
Eu até enlouqueço comigo mesma
Eu rio sozinha na hora de dormir
Essa é a minha canção de ninar

É o bastante, é o bastante?
Respirar é suficiente?
Alguém arranque meu coração
E me deixe sangrar aqui
Basta morrer?
Alguém salve minha vida!
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor, é o bastante.
Basta morrer?
Alguém salve minha vida!
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor
Eu prefiro ser tudo menos comum, por favor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s