Requiem For The Indifferent

Requiem For The Indifferent

When silence betrays

We’ve tried to find a reason
To go on and cross the line
Tell me
How can we justify the act
We’ve tried to look around and
Search for ways to shift the blame
The escape
From moral sense we drift away
When we can’t have it all
We want it all

With money segregating
The centers are degrading
The devastation
We feared we’d befall
But soon we’ll realize that
We can get reunited
This could apply to us all, after all
We’ll never find our peace of mind
If we don’t leave the past behind
Make up your mind

When silence betrays

We spilled the tears for wretches
And for human sacrifice
Look at them
We’ve pushed them through the tiny holes
Yet still we know we’re all responsible

Counting down

The reaodroad to perdition
Driving fast and without vision

Parva notes circum te
Incorrupta nitidaque
Vide, gusta, senti, bibe
Formam ex eis captes

We’re falling we’re ailing
Collapse is now drwaing nearer
Derailing, the end is nigh

Unravelled, dishvelled
The answer’s never been clearer
Unlevelled we’re standing by

When we finally find the reason to exist
We will be able to appreciate the fundamental gifts

Drown, bury, erase
All that is dividing us
Down, parry, negate
All that’s keeping us from growth
Free the energy enclosed within us

Try to keep on searching for the meaning of our lives
Find the only values that can help us in our strife
Keep on searching and be ready when the tides are high

Try to find the philosopher deep within you
Trigger and motivate all that matters along your way
Seek and find the answers

Wake up your troubled mind
Requiem Para o Indiferente

Quando o silêncio trai

Tentamos encontrar uma razão
Para seguir em frente e cruzar a linha
Diga-me
Como podemos justificar o ato
Tentamos olhar em volta e
Buscar formas de transferir a culpa
A fuga
Do senso moral que se afastam
Quando não podemos ter tudo
Nós queremos tudo

Com o dinheiro segregando
Os centros são degradantes
A devastação
Temíamos que tínhamos acontecer
Mas logo vamos perceber que
Podemos ficar reunidos
Isso poderia se aplicar a todos nós, afinal de contas
Nós nunca vamos encontrar a nossa paz de espírito
Se não deixamos o passado para trás
Faça a sua mente

Quando o silêncio trai

Nós derramamos as lágrimas de desgraçados
E para sacrifício humano
Olhe para eles
Nós empurramos-los através dos pequenos orifícios
Ainda assim, sabemos que somos todos responsáveis

Contagem regressiva

O reaodroad à perdição
Dirigindo rápido e sem visão

Pequenas notas em torno de você
Incorrupto brilhando
Ver, provar, sentir, beber
A forma do capturado

Nós estamos caindo nós estamos doente
Reduzir agora está aproximando
Descarrilar, o fim está próximo

Unravelled, desgrenhado
As respostas nunca foram mais claras
Unlevelled estamos parados

Quando finalmente encontrar a razão de existir
Seremos capazes de apreciar os dons fundamentais

Derrubar enterrar, apagar
Tudo o que está a dividir-nos
Derrubar, desviar, negar
Tudo o que está nos impedindo de crescimento
Libertar a energia encerrado dentro de nós

Tente manter na busca do significado de nossas vidas
Encontrar os únicos valores que podem nos ajudar em nossa luta
Mantenha sobre pesquisa e estar pronto quando as marés são altas

Tente encontrar o filósofo profundo dentro de você
Desencadear e motivar todos os assuntos junto à sua maneira
Procurar e encontrar as respostas

Desperte sua mente perturbada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s